sexta-feira, 26 de março de 2010

DEFESA DE DISSERTAÇÃO


Título: "A Informática na formação do Técnico em Agropecuária no Campus São Cristóvão do Instituto Federal de Sergipe: Essencial ou Irrelevante?"

Autor: NUNES, Marcos Aurélio Rodrigues.

Instituição: Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola, Instituto de Agronomia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2009.

Data da Defesa: 26/03/2010

Banca Examinadora:
Dr. José dos Santos Souza (Orientador) - UFRRJ
Drª. Maria da Conceição Calmon Arruda - UFRRJ
Dr. Dileno Dustan Lucas de Souza - UFV 

Resumo: Este estudo tem como objetivo investigar se os conhecimentos de informática são essenciais ou irrelevantes na formação dos futuros técnicos no Curso Técnico de Nível Médio em Agropecuária, do Campus São Cristóvão, do Instituto Federal de Sergipe, antiga Escola Agrotécnica Federal de São Cristóvão - SE. Os dados foram coletados em 2009 através de um questionário aplicado aos alunos das três séries de formação profissional do referido curso e outro questionário aos seus professores que atuam nas áreas curriculares de formação geral e de formação técnica. Os resultados e as análises mostraram que, apesar da informática ser uma importante ferramenta no desenvolvimento da boa qualidade do curso, bem como numa melhor formação de um técnico em Agropecuária, os recursos das tecnologias da comunicação e informação ainda são timidamente utilizados pelos professores pesquisados. O desenvolvimento de uma política de capacitação dos professores na utilização dos recursos de informática para um melhor desempenho de suas atividades pedagógicas e a aplicação da transversalidade dos diversos conteúdos programáticos do curso com essas tecnologias foram as principais questões levantadas pelos docentes nesta pesquisa. Além das contribuições apresentadas pelos alunos e professores acerca da temática deste trabalho, também foram identificadas diversas críticas acerca do funcionamento do Curso Técnico de Nível Médio em Agropecuária e da própria instituição, que têm trazido alguns prejuízos no processo de ensino-aprendizagem. Concluímos que, apesar dos sujeitos da pesquisa considerarem a informática relevante para a formação dos técnicos em agropecuária, os docentes a utilizam pouco e seu percentual na carga horária geral do currículo é bastante baixa. Isto nos leva a crer que a importância dada à informática na formação do técnico em agropecuária do Campus São Cristóvão do Instituto Federal de Sergipe é muito mais uma ideologia do que uma prática educativa efetiva.

Palavras-Chave: Informática, Currículo, Ensino Técnico, Ensino-Aprendizagem, Educação Profissional.